seta azul II Feira da Previdência 

Matérias

II Feira da Previdência alcança mais de 600 pessoas


17/05/2018

Público se dividiu entre os participantes que assistiram às palestras no auditório, por transmissão ao vivo e entre os que circularam pelos atendimentos nos stands.

Na semana em que diversas empresas, instituições financeiras, fundos de pensão e sociedade estão discutindo educação financeira, durante a 5ª Semana ENEF, o Sebrae Previdência realiza a segunda edição da Feira da Previdência, uma ação do programa Planejar.

Pela manhã do dia 15, a feira foi aberta pelo presidente do Sebrae, Afif Domingos. Por meio de mensagem transmitida por vídeo, Afif desejou sucesso e falou que nunca se discutiu tanto sobre aposentadoria como agora: “Estamos com uma agenda previdenciária mostrando a seriedade deste assunto, que é o futuro das pessoas que hoje vivem muito mais e por isso a importância de se ter uma cobertura previdenciária que dará a tranquilidade necessária para aqueles que trabalharam por tantos anos”.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Previdência, Evandro Nascimento, falou sobre a importância dessa semana. “É necessário apoiar todas as ações que dizem respeito à educação financeira e previdenciária, uma atitude que precisa estar presente na educação fundamental, no ensino médio e na universidade”.

Em seguida, o diretor-executivo Dante Scolari representou a Abrapp e destacou a relevância de ações como a II Feira da Previdência para os participantes de fundos de pensão e sociedade como um todo. Já o diretor-superintendente da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), Fábio Coelho, falou sobre o planejamento para uma vida longeva e confortável: “Para viver uma vida longa e com qualidade, certamente a preparação de uma parcela financeira é importante, ainda mais quando se chega à fase em que a nossa composição de gastos vai ser distinta do que temos hoje”.

A primeira palestra do dia foi com o Secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida. Os principais eventos econômicos no Brasil nos últimos 30 anos foram abordados pelo Secretário, passando pela criação da STN, a Constituição Federal de 1988, a Lei de Responsabilidade Fiscal, o 1° Plano Anual de Financiamento da Dívida Pública e o Regime de Recuperação Fiscal (LC 159), em 2017.

Mansueto fez um balanço sobre esses fatos econômicos. “Estamos falando de uma inflação em patamares civilizados, redução da pobreza, reorientação do perfil do crédito orientado para taxas de mercado, diminuição do déficit externo e queda dos juros, redução de subsídios e adoção de políticas públicas responsáveis. Ainda precisamos conquistar o ajuste das contas públicas, a reforma trabalhista, produtividade e melhoria do ambiente para fazer negócios, desenvolvimento e segurança jurídica no mercado de crédito”, pontuou o Secretário.

O segundo painel do dia foi com a psicóloga Luciane Fagundes, momento em que foi discutido como lidamos com a responsabilidade de construir o nosso um futuro financeiro. Ao longo de sua palestra, foram abordadas situações sobre quanto custa envelhecer e como manter o padrão financeiro no futuro.  Segundo Luciane, na terceira idade, 80% dos nossos gastos poderão ser com a saúde e por isso temos pela frente uma maratona de desafios e problemas para aqueles que não estão preparados para essa fase.

A programação da tarde contou com a Mestre em Psicologia Social, Lúcia França. Alguns fatos da longevidade foram discutidos com os participantes. “A longevidade é irreversível, governo, empresas, sociedades e trabalhadores precisam estar preparados. A aposentadoria é uma transição que pode trazer perdas e ganhos, dependendo tanto da perspectiva social quanto da perspectiva individual. Com isso, a preparação para a aposentadoria precisa ser meta das empresas por meio de suas áreas de RH, é preciso acontecer um alinhando aos novos desafios demográficos e à legislação existente”, disse Lúcia.

O dia de palestras foi encerrado pela profissional de educação física Solange Frazão. Mesmo após um dia cheio de atividades, a plateia permaneceu empolgada para ouvir dicas de saúde e longevidade, afinal, falar de aposentaria e economia sem saúde para usufruir uma vida com qualidade na velhice, não faz sentido. É preciso unir educação financeira e cuidados com o nosso bem-estar. Solange alertou sobre a necessidade de sete pilares permanecerem em equilíbrio: exercícios físicos, alimentação, descanso, saúde física, saúde mental, saúde espiritual e social.

seta azul II Feira da Previdência 

Fotos

II Feira da Previdência

 

XIV Oficina de Gestores do Plano SEBRAEPREV


seta azul II Feira da Previdência

Vídeos

 

 

 
 

 
 
 
 
 
seta azul II Feira da Previdência 

Certificados

Se você participou da II Feira da Previdência, e assinou a lista de presença, baixe aqui o seu certificado de participação. Aos profissionais certificados que participaram, serão atribuídos 7 créditos para o programa de educação continuada do ICSS.

Para pontuar 7 créditos no PEC do ICSS, além do certificado é necessário enviar a programação da feira, que está disponível para download aqui.