As novas regras do Regulamento do Plano SEBRAEPREV entraram em vigor recentemente. Uma das alterações diz respeito aos beneficiários do Plano. Por conta dessa nova regra, o Termo de Atualização Cadastral está suspenso temporariamente para ajustes, a sua disponibilização na área restrita do portal será comunicada por meio dos canais de comunicação do SEBRAE PREVIDÊNCIA.

Saiba mais sobre essa importante alteração.

Os beneficiários estão divididos em duas categorias:

Dependentes

Os filhos (biológicos e adotados legalmente) são beneficiários presumidos, até completarem 21 anos de idade, ou seja, eles terão direito ao benefício de Pensão por Morte mesmo não sendo inscritos por você, observado o limite de 21 anos. Por isso, ao completarem 21 anos, os filhos deixam de ser presumidos e precisam ser inscritos, por você, na categoria de Beneficiários Indicados.

Ainda dentro da categoria de Beneficiários Dependentes, temos como beneficiários os cônjuges ou companheiros, e os enteados. Mas atenção, eles só terão direito ao benefício de Pensão por Morte somente se forem inscritos no Plano SEBRAEPREV, ou seja, você precisa formalizar a inscrição deles junto ao seu cadastro do Plano SEBRAEPREV.

Indicados

O Beneficiário Indicado é qualquer pessoa que o Participante tenha interesse em indicar. Mas atenção, os Beneficiários Indicados somente terão direito ao benefício de Pensão por Morte na falta dos Beneficiários Dependentes.

Então, com essas mudanças, vale ressaltar que o filho maior de 21 anos de idade não é Beneficiário Dependente. O filho maior de 21 anos somente terá direito ao benefício de pensão por morte na falta de Beneficiários Dependentes, e se estiver indicado.

Acompanhe tudo sobre as alterações do Regulamento do Plano SEBRAEPREV em www.sebraeprevidencia.com.br/alteracoes e assista aos vídeos explicativos.