Conhecido também como dinheiro de plástico o cartão magnético é prático, seguro e você ainda evita sair com muito dinheiro por aí. Mas, apesar das facilidades, é importante ter alguns cuidados para evitar que o seu cartão seja clonado e cause problemas para o seu bolso.

Procure locais seguros na hora do saque

Dê preferência à utilização de caixas automáticos instalados em locais de grande movimentação, e se possível em ambientes internos de shoppings, lojas de conveniência e aeroportos.

O terminal está ativo?

Antes de iniciar a transação, verifique na tela se o equipamento está ativo ou inoperante. Caso esteja inoperante, não insira seu cartão.

Não perca seu cartão de vista

Quando for pagar alguma compra ou despesa sempre acompanhe o funcionário até a máquina onde será realizada a operação.

Cuidado com esbarrões

Se acontecer isso preste atenção se o cartão que está em suas mãos é realmente o seu.

Atenção no caixa eletrônico

Observe ao seu redor e não aceite ajuda de desconhecidos, apenas de funcionários do banco identificados. Se  tiver algum suspeito no local não faça a operação.

Cartão preso na máquina

Não digite a senha novamente, clique nas teclas “anula” e “cancela” e comunique imediatamente o fato ao banco. Não faça nenhuma ligação usando telefones celulares de terceiros e só vá embora depois de seguir todas as instruções da instituição financeira.

Atenção na hora de digitar a senha

Mantenha o corpo próximo à máquina para evitar que outras pessoas vejam e decorem o movimento dos dedos no teclado.

Mantenha sua senha segura

Nunca digite em telefones públicos ou que salvem os números. Se receber alguma ligação de alguém falando que é funcionário do banco pedindo sua senha, não digite e ligue para o seu banco ou operadora do cartão.

Olha o correio!

Quando receber o envelope com o seu cartão, pelo correios ou empresa de transporte verifique se o documento está bem fechado. Se o mesmo estiver violado não aceite.

Cuidados com a internet!

Na hora de fazer alguma compra online é importante, também, ter alguns cuidados:

- verifique se o site é realmente seguro observando o cadeado de segurança que aparece no canto da tela;

- veja se a loja virtual onde se quer fazer a compra é realmente confiável;

- nunca forneça a senha de utilização do cartão. Esta informação não deve ser solicitada em ambientes virtuais, apenas o número do cartão, data de validade e código de segurança;

- não faça transações em computadores ou celulares de terceiros;

E tem mais!

Para evitar situações desse tipo os bancos aplicaram novas formas de registrar a senha e identificar o cliente quando ele acessa os terminais de autoatendimento ou internet. Algumas das maneiras são:

- não aceitar a gravação de senhas óbvias (datas de aniversário, nomes, telefones etc.);

- determinar uma quantidade mínima de caracteres (número mínimo de letras e números);

- determinar a gravação de senhas alfanuméricas (letras e números);

- exigir a gravação de senhas diferentes para os caixas automáticos e para a internet;

- fazer identificação positiva do cliente (ou seja, a solicitação prévia de algum dado pessoal);

- exigir a redigitação da senha em cada nova transação.

Fonte: Meu Bolso em Dia