O Conselho Deliberativo do SEBRAE PREVIDÊNCIA aprovou uma modalidade especial de empréstimo para participantes ativos e com pequena poupança previdenciária. Esta nova modalidade possibilitará a concessão de empréstimo a um público-alvo de mais de 5 mil pessoas que hoje, em sua maioria, estão impossibilitadas de usufruir desta vantagem do Plano SEBRAEPREV, por terem baixa poupança previdenciária, ou seja, 80% dos participantes.

O empréstimo é um tipo de investimento do seu plano de previdência. O juro que você paga, decorrente dessa operação, retorna em forma de rentabilidade para o plano SEBRAEPREV. Veja como funciona o empréstimo que estará disponível a partir do dia 1º de agosto .

Requisitos
Para ter direito a esse empréstimo o participante deve ter 6 (seis) meses de contribuição ao Plano SEBRAEPREV e 1 (um) ano de vinculação à Patrocinadora.

Limite de concessão
Você poderá pegar até 4 vezes o valor médio dos últimos 4 salários de contribuição ao plano. Se você teve um salário médio de 5 mil reais nos últimos 4 meses, por exemplo, então poderá ser liberado o valor de R$ 20 mil.
Mas atenção, a liberação do crédito está condicionada à margem consignável. Não é permitido comprometer mais de 30% do seu salário, além disso, se você já possui empréstimo junto ao SEBRAE PREVIDÊNCIA, o saldo devedor será descontado do valor disponível para esta nova modalidade. Isso não significa a quitação do empréstimo antigo, apenas será diminuído o valor do empréstimo feito anteriormente do saldo a ser liberado.

Prazo para pagamento e taxa de juros
Na nova modalidade de empréstimo, o prazo de quitação é de até 72 meses, com correção do IPCA e juros/encargos de 1,2% ao mês.
Os encargos de concessão, aqueles cobrados no ato da liberação do contrato, são:
· Taxa de 1% do valor do empréstimo, ou R$ 10, o que for maior;
· IOF, que é o Imposto sobre Operações Financeiras;
· Seguro obrigatório.

A norma da modalidade especial de empréstimo estará disponível no portal SEBRAEPREV a partir do dia 1º de agosto, assim como a simulação. Mas é bom lembrar, buscar soluções por meio de um empréstimo deve ser uma decisão consciente, sempre levando em consideração as menores taxas de juros e o seu planejamento financeiro.