O Conselho Deliberativo do SEBRAE PREVIDÊNCIA esteve reunido na tarde desta terça-feira (31) para deliberar sobre o orçamento e projetos para 2019. O presidente Evandro Nascimento destacou que todos os temas da pauta foram previamente discutidos entre a diretoria e as comissões temáticas. Dentre as ações aprovadas para o próximo ano estão aquelas executadas pelo Planejar, como a realização da III Feira da Previdência e os 15 anos do Instituto,  além do teste de aderência das premissas atuariais.

Outra aprovação importante foi o SEBRAEPREV Digital. Esse projeto tem como objetivos tornar o Instituto alinhado às melhores práticas de mercado  e tecnológicas; adequação à Resolução CNPC nº 26/2017 que dispõe sobre  a adoção de transações remotas pelas EFPC; atender aos novos desafios do Planejamento Estratégico  2019-2022, inclusive em relação à concepção e  implementação do Plano Família e aprimoramento dos canais de comunicação via soluções de  acesso móvel celular.

Entre outros assuntos, o Conselho Deliberativo aprovou  o orçamento para 2019,  e o processo eleitoral no que diz respeito à garantia de publicidade e segurança do processo, tanto em termos legais, estatutários como de sistemas corporativos necessários ao processo que elegerá os novos conselheiros deliberativos e fiscais para os próximos 4 anos.

O relatório da 9ª avaliação de riscos e controles internos, elaborado pela empresa PFM Consultoria, foi apresentado. De acordo com a diretora da empresa, Paula Aranha, o relatório demonstra que houve aprimoramento dos controles quando comparado com o resultado do ciclo anterior. Acompanhe abaixo o que a PFM fala sobre o Instituto e os seus riscos controles.

A reunião  contou com a presença dos conselheiros José Ferreira, Airton Gonçalves, André Dantas, Manoel Alexandre, José Gava Neto e Antônio Rolim.  Também estavam presentes os diretores Edjair Alves, Nilton Cesar e Victor Hohl.

paula aranha Conselho Deliberativo aprova orçamento e projetos para 2019Acompanhe

Paula Aranha fala sobre riscos e controles internos do SEBRAE PREVIDÊNCIA

Qual a perspectiva à nível de maturidade do Sebrae Previdência em avaliação de riscos e controles internos?

PFM: Muito boa, ao longo dos anos o Sebrae Previdência foi amadurecendo e aperfeiçoando a cada avaliação. Há um esforço muito grande por parte da gestão em aplicar de maneira eficaz aquilo que é indicado, isso traz crescimento e maturidade na recepção das avaliações e também em como implantar as adequações necessárias.

Como está o Sebrae Previdência em controles de risco em comparação com o mercado atual?

PFM: Ele é destaque em relação ao mercado, pois tem mais avaliações se comparado à média de mercado, o SEBRAE PREVIDÊNCIA se preocupa em efetivar as coisas que são necessárias para melhorar a gestão.

Qual a orientação da PFM para o Sebrae Previdência?

PFM: A orientação agora é uma preocupação com o Planejamento Estratégico. É pensar que esse planejamento precisa incluir a ideia de risco, quais são os riscos que poderão acarretar.  A decisão estratégica impõe determinados riscos, então, nossa preocupação é: pense nos riscos e nos controles necessários para esse novo momento.