O Conselho Fiscal do SEBRAE PREVIDÊNCIA, em sua 3ª Reunião Ordinária deste ano, deliberou sobre o Relatório de Controles Internos do 1º semestre de 2014 e a respeito do Estudo de Aderência das Hipóteses Atuariais. A reunião aconteceu na manhã da segunda-feira quarta-feira (29), na sede do Instituto.

Foi apresentado pela Diretoria Executiva o Relatório de Riscos e Controles Internos da 5° Avaliação Anual, efetuada no primeiro semestre de 2014. De acordo com o relatório, todos os processos avaliados possuem risco residual abaixo de 12,5%, indicando que estes são considerados baixos e controlados de acordo com os critérios definidos pela RiskOffice.

Após as análises da documentação de suporte encaminhadas pela Diretoria Executiva, o Conselho Fiscal deu conformidade: à Gestão dos recursos garantidores do Plano SEBRAEPREV, a aderência das premissas e hipóteses atuariais e a execução orçamentária.

O Conselho Fiscal se manifestou favorável ao estudo estatístico de aderência das hipóteses e premissas atuariais a ser utilizado na avaliação atuarial do exercício 2014 e plano de custeio 2015.

Participaram da reunião os conselheiros: Antônio Carlos (presidente), David Hulak (vice-presidente), Leide Katayama, Paulo Arruda (titulares) e José Roberval (suplente). Estavam presentes, também: o diretor-presidente Edjair Alves, o diretor de Administração e Investimentos, George Mota e o diretor de Seguridade Nilton Cesar.