Quando surgiu em 2004, o plano de previdência complementar do Sebrae, o Sebraeprev, se configurou como uma opção para os colaboradores investirem e se preparem para o tempo da aposentadoria. Testemunha daquele momento, o analista da Unidade de Auditoria (UAUD) Dilton Mamede fez parte do primeiro conselho fiscal eleito e hoje vê um plano de previdência consolidado e gerando resultados para seus investidores. Ele aproveitou para dar seu depoimento durante a comemoração pelos 10 anos do fundo, que aconteceu no último dia 02 de fevereiro, e marcados na Bahia com um encontro nesta terça-feira, 15, no auditório Orlando Moscoso, sede da organização, em Salvador. “Nós é que construímos o Sebraeprev e é por isso que hoje eu valorizo muito essa conquista”, comemorou Mamede.

Na abertura do evento, a Diretoria Executiva destacou o que este aniversário de uma década representa para os participantes do fundo. “O Sebraeprev é uma grande conquista, pois não é toda empresa que possui um plano de previdência complementar. Vamos pensar o futuro a partir do presente”, convocou o diretor superintendente, Edival Passos. O diretor técnico Lauro Ramos também ressaltou a necessidade de se enxergar a previdência complementar como um investimento de vida. “É uma aplicação que dobra o capital investido no fundo. Certamente, isso auxiliará os colaboradores na hora de patrocinar o novo ciclo de vida que advém com uma aposentadoria”, avaliou.

Já o diretor administrativo e financeiro Luiz Henrique Barreto, conselheiro do Sebraeprev, aproveitou para pontuar que existem no país cerca de 370 fundos de previdência complementar. Falando da realidade dos colaboradores do Sebrae na Bahia, o diretor informou que 96 por cento do quadro ativo aderiu ao Sebraeprev, fundo que  hoje possui nacionalmente um patrimônio de 400 milhões de reais. “É um valor expressivo, temos que nos orgulhar de estarmos numa empresa que patrocina uma instituição de previdência privada e que ainda oferece a paridade de um para um no investimento”, concluiu o Luiz Henrique.

Na sequência, uma mensagem do presidente do Sebraeprev Edjair Alves e da Diretoria do Sebrae Nacional arremataram a história do plano de previdência que começou por iniciativa de um grupo de colaboradores e hoje é referência no país, nas palavras do presidente do Nacional, Luiz Barretto.

sebraeprev01 Na Bahia, o plano de previdência complementar tem a adesão de 96% do quadro de colaboradores

Conhecimento para pensar o amanhã – Dicas rápidas, simples, porém cheias de orientações para quem ainda está em dúvida se é o momento ou já passou da hora de investir num plano de previdência particular. Esta foi a tônica da mensagem passada pela especialista em finanças, Mara Luquet, transmitida em um vídeo para o público presente no auditório Orlando Moscoso. Como assinala a especialista, é preciso “se preparar para viver muito e bem” e isso depende cada vez mais de o trabalhador optar pelo fundo em que vai investir, o perfil de investimento que fará e se ele saberá utilizar o tempo a seu favor.

Como não poderia faltar, um momento de integração e os parabéns cantados para homenagear o Sebraeprev encerraram a comemoração. “Daqui a 10 anos vamos estar ainda mais convictos de que o investimento não foi em vão, tudo isso fruto da credibilidade e seriedade que o plano demonstra na sua condução”, avaliou o gerente da Unidade de Gestão de Pessoas (UGP) Francisco Bastos, que junto com a analista da unidade Ana Paula Barreto, faz a gestão do Sebraeprev na Bahia.

Pedro Soledade