Caros Participantes, caros Patrocinadores,

O Instituto SEBRAE de Seguridade Social, ciente da sua responsabilidade e transparência com que sempre pauta a gestão, considera muito importante informar aos participantes e aos Patrocinadores a forma COMO É CUSTEADO O PLANO SEBRAEPREV. Portanto, solicita atenção ao que segue:

Para cobrir os custos de operação do SEBRAE PREVIDÊNCIA, que administra o Plano SEBRAEPREV, é elaborado cuidadosamente um Plano de Gestão Administrativa -PGA, a partir de duas fontes de receitas:

  • Taxa de Carregamento estabelecida atualmente em 2% e incide apenas sobre as contribuições básicas. Não incide sobre as Contribuições Voluntárias e de Serviço Passado, e
  • Taxa de Administração de 0,8% ao ano sobre o patrimônio e calculada diariamente. A rentabilidade da Cota já deduz este valor, ou seja, é o que chamamos de rentabilidade líquida, aquilo que de fato vai para a conta de Participante.

COMO ESTAMOS EM RELAÇÃO ÀS TAXAS PRATICADAS NO MERCADO?

De acordo com o estudo Raio X da Previdência Complementar Brasileira, da ABRAPP – Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar, a média das taxas praticadas pelo Mercado nos Planos com a mesma caraterística do Plano SEBRAEPREV,  ou seja, de Contribuição Definida – CD, em 2013, são as seguintes:

  • Taxa de Carregamento: 3,89%, enquanto o Plano SEBRAEPREV praticava 3%, e hoje reduzida ainda mais, para 2%.
  • Taxa de Administração: 1,04%, enquanto o Plano SEBRAEPREV pratica 0,8%.

COMO SE PODE MENSURAR A EFICIÊNCIA DO FUNDO DE PENSÃO?

Os custos administrativos são um dos fatores mais importantes na administração dos Fundos de Pensão e devem ser informados para serem acompanhados pelos Participantes e Patrocinadores. Um importante indicador para avaliar sua eficiência é o Custo por Participante que de fato mede a produtividade da Entidade.

Conforme Série de Estudos nº 5 – Divulgação das Despesas Administrativas das Entidades Fechadas de Previdência Complementar – Exercício 2013 da PREVIC (Órgão Fiscalizador dos Fundos de Pensão), temos o seguinte Custo por Participante para a categoria de patrimônio em que se enquadra o SEBRAE PREVIDÊNCIA:

  • Custo Médio das Entidades com Patrimônio até R$ 500 mi: R$ 1.028,14 por participante
  • Custo Médio do SEBRAE PREVIDÊNCIA: R$ 635,00 por participante, ou 38% menor que a média da Entidades

COMO OS CUSTOS ADMINISTRATIVOS SÃO MONITORADOS?

O SEBRAE PREVIDÊNCIA atua sempre na perspectiva de redução dos seus Custos Administrativos ao mínimo necessário, sem prejuízo da eficiência, eficácia e efetividade, materializada em todas as suas ações. Esses custos são acompanhados e analisados pelos Conselhos Deliberativo, Fiscal e Auditoria Independente. Mas, é imprescindível o acompanhamento dessas despesas administrativas, também, por Você Participante e Patrocinador!  Acompanhe os nossos Informativos periódicos!